Ciclovia e Pista de Ciclismo

by

Foi inaugurada as obras da duplicação da Beira Rio, ao que tudo indica vai sair os 6km de ciclovia da Orla. Nós da ACZS e FGC estamos preparando uma apresentação para o Prefeito Fortunati, onde colocaremos alguns pontos importantes junto com nossas reivindicações.  Cito as mais importantes, como campanha de trânsito para ciclistas e motoristas, mais rapidez na construção das ciclovias, um novo local  para a “Pista de Ciclismo” que vai ser desativada. Também apresentaremos nossa proposta de Velódromo e nosso projeto  para copa 2014.

Nestes 15 anos que a ACZS vem divulgando o ciclismo e a bicicleta como meio de transporte, já fizemos muitos ciclistas pedalarem em algum de nossos eventos, nosso cadastro hoje de ciclistas ativos  já ultrapassou  3.000 (três mil) . 

Estamos nos organizando para realizar a “Semana do Ciclísta ACZS”, e já estamos com um dia marcado  na Câmara de Vereadores, para uma reunião com os orgãos responsáveis pela mobilidade em nosso município, pois sem política não se faz nada, infelizmente.

 A ACZS não é composta por cicloativistas, e sim por amantes da bicicleta, que usam diariamente este meio de transporte, nossas ações são pensadas para alcançar a mídia e deixar a bike sempre em evidência, pois o que não aparece não é lembrado.  Segue abaixo reportagem de hoje do Correio do Povo.

   Mais 5,8 quilômetros para ciclistas

Nova pista exclusiva vem com a duplicação da avenida Beira-Rio, já iniciada. É adaptação para a Copa

  Já usada para o lazer, bicicleta ganha impulso da Smov como opção para trabalhadores<br /><b>Crédito: </b>  PEDRO REVILLION Já usada para o lazer, bicicleta ganha impulso da Smov
 

Os ciclistas de Porto Alegre contarão com mais 5,8 km de ciclovia na Capital, decorrentes da duplicação da avenida Beira-Rio, iniciada na quinta-feira, tendo em vista os projetos de adaptação da cidade para a realização da Copa do Mundo de 2014. O secretário da Smov, Cássio Trogildo, confirmou que a extensão do projeto será idêntica à da via que ligará a zona Sul ao Centro da Capital. “O local terá iluminação especial e poderá ser mais uma opção para os trabalhadores porto-alegrenses”, declarou.

A medida pode beneficiar cerca de 3 mil ciclistas que participam regularmente das atividades promovidas pela Associação de Ciclistas da Zona Sul (ACZS) de Porto Alegre. Esse é o caso do vendedor Eduardo Vieira, morador do bairro Ipanema. Diariamente, ele pedala 40 quilômetros para ir e voltar de seu emprego em uma loja localizada na avenida 24 de Outubro, no bairro Moinhos de Vento. Ele comemorou a criação de uma via urbana exclusiva para as bikes. “Assim como eu, existe muita gente humilde que usa as bicicletas para trabalhar.” Mas, segundo ele, precisa superar muitas dificuldades no trânsito, dominado por motoristas que nem sempre respeitam seu espaço. “Em Porto Alegre, as bicicletas são vistas como estorvo, quando, na verdade, são um meio de locomoção que não polui e ajuda a diminuir engarrafamentos.”

Vieira também ressaltou que o costume de pedalar tem se refletido em economia. “Eu teria de pagar quatro passagens de ônibus por dia. Trabalhando seis dias por semana, meu custo alcançaria cerca de R$ 140”, explicou. A empresa conta com duchas, onde o funcionário pode tomar banho antes de vestir o uniforme e começar a atender aos clientes. O presidente da ACZS, Paulo Alves, também demonstrou entusiasmo com o investimento. “A ciclovia é um grande avanço para a cidade, porque a área da orla do Guaíba é um dos locais preferidos por quem usa bicicleta”, relatou. Ele explicou que a chance de conexão com a avenida Diário de Notícias vai favorecer muitos trabalhadores da zona Sul. “A ciclovia localizada na Restinga, por exemplo, é muito usada por esse público”, relatou. Alves destacou que um dos objetivos da associação é a educação dos ciclistas em relação ao Código de Trânsito, que considera as bicicletas um veículo.

“Fizemos uma pesquisa em Porto Alegre e ela demonstrou que 95% das pessoas que têm carro também têm bicicletas, mas que não as utilizam por medo de acabar atropeladas”, disse. Atualmente, a instituição conta com 120 associados.

Em agosto, a associação terá uma reunião com o prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, na tentativa de receber apoio para a construção de um velódromo. “Também gostaríamos que o piso usado na avenida Diário de Notícias, de concreto, fosse trocado por asfalto”, declarou o presidente da associação.

Atualmente, Porto Alegre conta com 7,3 quilômetros de ciclovias, conforme informações da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC). Também estão previstos investimentos semelhantes para as avenidas Sertório e Ipiranga. As duas obras estão dependendo da formulação dos projetos técnicos e da captação de financiamento.

Tags: , ,

4 Respostas to “Ciclovia e Pista de Ciclismo”

  1. Tulio Says:

    Boa tarde pessoal. Tempos atrás já havia me colocado à disposição para colaborar com o eventual projeto de velódromo. Ratifico a disponibilidade, tendo inclusive já iniciado a descrever o “Projeto para implantação do ciclismo de pista na RMPA”. O mesmo seria repassado à vocês, sem ônus algum.

    Abraços

  2. Marcelo Says:

    Essa duplicação da Beira Rio é criminosa, com ciclovia ou não ela vai incentivar ainda mais o uso de automóveis particulares, comerá um pedaço do parque e degradará ainda mais a imagem do já tão desgraçado Guaíba.

    Temos que nos unir contra essa obra grotesca e muitas outra da Copa.

  3. Já é hora. | Massa Crítica – POA Says:

    […] é hora. Publicado em julho 17, 2010 por Marcelo Eu tava lendo um post no blog da Associação Ciclística Zona Sul (ACZS) quando me deparei com o seguinte […]

  4. igor Says:

    A nova moda dessa prefeiturinha ai é construir calçada e chamar de ciclovia! Olhem o exemplo da ciclovia da restinga! Olhem o exemplo da diario de noticias! A avenida virou autoestrada, um cemitério em potencial… com carros passando a mais de 100km e um pedaço de ciclovia que é usado para jogging e passeios mas de nada serve pra quem pedala como esporte ou transporte….

    Abaixo a duplicação!!! Nenhuma duplicação é suficiente pra eliminar congestionamentos!!! Não queremos uma freeway no nosso por-do-sol!!!
    Imaginem o barulho, imaginem a poluição!!!

    vá de bike, vá de skate, vá à pé, seja um carro a menos a congestionar, a poluir!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: