O “salame” da RS 40

by

O ano era 1950, e uma pedalada foi marcada para sair a noite em direção a Praia de Cidreira. Dois amigos com suas bicicletas mono-marchas sairam da Tristeza e logo já estavam em Viamão; nesta época não tinha muito asfalto para praia, mas isso não foi problema para os jovens ciclistas. A noite chegou e logo o luar começou a aparecer; quando chegaram a onde hoje é o Pastel do Silva, algo de estranho começou a acontecer. O ciclista que estava a frente começou a se enclinar para frente baixando a cabeça; seu companheiro que estava mais atras pensou que ele estaria com sono e estivesse aponto de cair da bicicleta; então num impulso chegou ao lado de seu companheiro de pedalada, e qual foi sua surpresa; seu amigo não estava dormindo por cima do guidom, estava sim dando mordidas num salame amarrado entre  o avanço e o guidom.
Essa é uma história real, e aconteceu com o pai de nosso treinador;
Não esqueça, amarre um  salame no guidom quando for para Cidreira hein !945430

Tags: , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: