Raio reto e raio tangente

by

Você provavelmente já deve ter visto que existem rodas com raios que saem reto do cubo, e também rodas com raios que saem tangente, e já se perguntou por quê disso?

cubos

Bem, os raios resistem apenas ao esforço de tração, ou seja, de serem puxados. Pegue um raio e veja como é facil entortá-lo, mas se puxá-lo tentando esticá-lo nada acontece! Assim,  já podemos concluir que quando encima da bicicleta estamos pendurados nos raios que estão na parte superior da roda!

O motivo de utilizar um ou outro tipo é se o cubo tem que transmitir esforço de torque (rotação) para o aro ou não. Isso ocorre na roda traseira onde o cassete gira o cubo que está preso nos raios que por sua vez gira o aro e o pneu, e também nas rodas com freio a disco.

Nas rodas com freio de sapata que atrita com o aro não ocorre nenhuma transmissão de toque entre o cubo e o aro, assim o raio pode ser do tipo que sai reto do cubo.

rodas_forças

Uma resposta to “Raio reto e raio tangente”

  1. Jorginho Says:

    porra, não entendi nada. KKKKKKKKKK

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: